terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Então é Natal!!!

Olá Meninas!!!


É chegada a hora do tão esperado Natal........ que todas festejem está data com muita paz , saúde e moderação!

Deixo aqui uma mensagem para todas e até breve
Mil Beijos!!


Anjo de Deus

http://blog.cancaonova.com/elianaribeiro/files/2007/07/anjo.jpg
Imagine que há um anjo de Deus a seu lado neste momento... Feche os olhos ,silencie, fique tranqüilo e pense em todos os problemas que gostaria de solucionar... Tudo o que te angustia, te faz chorar, te oprime, te preocupa, te deixa triste... Até mesmo seu medo do futuro, de errar, de escolher o caminho errado...

Pense agora em tudo isso... Abra seu coração e se imagine entregando tudo isso a Deus... Coloque as suas mãos em posição de entrega ainda de olhos fechados... Se não der, imagine se entregando agora, como alguém que entrega um saco bem pesado para outra pessoa levar...

Se imagine limpando seu coração, tirando o lodo, varrendo a poeira, abrindo as janelas... Mas se concentre, se desligue de tudo ao seu redor; agora é só você e Deus... Pense no rosto de Deus, no abraço de Deus, no amor de Deus, aquele sopro suave te embalando...

Veja esse fardo ir escorregando das suas mãos, saindo, o vento levando para as mãos do anjo... Relaxe e sinta a sensação de alívio interior... Acendeu-se uma vela, uma luz interior, você jogou fora todo o lixo...

Agora imagine tudo de bom que você quer que aconteça ou que já aconteceu... Momentos de felicidade, amizade, carinho, paz, romance... Coloque tudo em suas mãos, imaginariamente, e faça o gesto de guardar no seu coração, como se guarda uma jóia numa caixinha.

Diga um obrigado com muita fé, de coração...Agradeça por tudo isso de bom que ficou e pelo ruim que saiu... Agora abra seus olhos, conte até três e respire bem fundo e devagar... Inspire e expire bem devagar... Vá sentindo essa paz interior, um amor que te preenche, uma liberdade incrível...

Agora, imagine que o anjo voou e levou suas orações em um saquinho para Deus... Imagine Deus abrindo, lendo... E imagine que o saco de fardos foi aberto E seu conteúdo se desintegrou no ar...Sumiu sem vestígio...

Imagine o anjo voltando com seu saquinho de respostas na mão... Se imagine abrindo o saquinho... Abrindo devagar e vendo coisas boas, muito boas lá dentro...

Agora volte um pouco à realidade ... e agradeça a Deus pela respostas... Mesmo sem saber quais são elas ainda, agradeça, porque são o que há de melhor para você... Fique tranqüilo sabendo que em breve irá conhecê-las..

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

E por falar em confraternizações...

http://www.madeiraislands.travel/pls/madeira/docs/MM000256/7.18-Fogo-Fim-do-Ano_gr.jpg

Quando o assunto é emagrecimento não há milagres que a fará comer tudo o que tem direito e não engordar.
O jeito é mesmo continuar fracionando as refeições e evitar os excessos nas festas

Por Lucília Diniz

Dieta do abacaxi, das frutas, das massas, do chá verde, hiperprotéica, balanceada, da sopa, dos pontos, das proteínas, e até... do chocolate! Pois é, você já deve ter ouvido falar de todas as dietas acima e de um sem-número de outras, mas na hora de decidir que ... BASTA! PRECISO MESMO EMAGRECER! o que vale mesmooooo é ter força de vontade. Toda e qualquer dieta que não exclua alimentos vitais para o funcionamento de nosso organismo (e isso já exclui, claro, algumas dietas acima) são válidas... desde que você as siga à risca. Falo isto porque começa agora um dos períodos mais difíceis para quem vive de olho na balança: as festas de fim de ano.

E, com elas, a profusão de almoços, jantares, despedidas, comemorações nos quais o que não falta, além dos abraços e da alegria, é uma mesa sortida de comidas e bebidas. Aí sempre me fazem as inevitáveis perguntas: "Como você resiste?", "Como não engordar 2, 3 quilos em duas semanas?", "Aiiii! Aiii! Como você faz?". Já perceberam: o tom das perguntas varia, mas elas sempre trazem embutidas aquela esperança de que eu forneça a fórmula mágica, o pulo-do-gato, o pote do fim do arco-íris cheio de idéias mirabolantes para sobreviver sem engordar um mísero grama.

Essa luta pode ser prazerosa

Vamos lá: para quem precisa de um incentivo (e quem não precisa?) vou começar falando sobre o perdão. É isso mesmo: perdão. E isso significa o perdão antecipado pelo mísero grama que você provavelmente vai engordar mesmo. Sem culpas. Por que uma coisa é ver a balança subir até um quilo (que, tenho certeza, foram deixados de lado arduamente). Outra, é realmente engordar os três quilos que você acha que vai engordar. Aí, desculpem, não tem perdão mesmo. Isso aqui é uma batalha, que pode ser prazerosa desde que você encaixe delícias em sua alimentação diária. Mas não deixa de ser uma luta. Não vale a pena abdicar do prazer que é se olhar no espelho com a imagem que você internamente tem de si própria em troca de fatias de pernil assado.

Administre seu prato

Falei do perdão. Agora falo novamente de decisão. Tem happy hour hoje? Tem almoço de final de ano? Tem despedida com os amigos? O que eu faço, ou melhor, o que eu já fiz ao longo da manhã ou ao longo do dia: me alimento, religiosamente, de três em três horas. É fácil: conte o café da manhã e um lanche da manhã. Na hora do almoço, seja ele de final de ano ou qualquer outro, por mais tentadoras que sejam as sugestões, serei capaz de administrar porque meu estômago não vai reclamar, com aquela sensação de vazio absurdo. Após o almoço, faço um lanche à tarde. Resultado: chego ao jantar calibrada novamente.

Já sei: você estava esperando por um milagre. Provavelmente aquela dica ou aquele alimento ou remédio que fariam você passar incólume por qualquer mesa, comendo apenas uma folha de alface e bebendo um copo de água feliz da vida. Não existe. E quem disser que este tipo de milagre está aí, apenas à espera de uma mente esclarecida e reveladora, não acredite. Costumo dizer, e escrevi isto em um livro anterior, "que a mente é a précondição para alterar o corpo. Do contrário, pode esquecer: mais cedo ou mais tarde a dieta fracassa".

Decisão: o milagre é esse.

http://dietaja.uol.com.br/

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Dieta do SEXO

Crédito: Pacha Urbano



Sexo é bom e a imensa maioria das pessoas gosta. No entanto, o que pouca gente sabe é que ele pode ser o mais prazeroso aliado da beleza e da boa forma, principalmente, dizem os especialistas, se for feito com amor.

Que fazer sexo é bom, emagrece e faz bem à saúde, todo mundo sabe. Mas você sabia que a lista de benefícios que ele traz pode ficar ainda maior se você tiver um parceiro fixo e viver uma relação feliz?
Explica-se: além de ser um exercício físico completo, a relação sexual praticada com envolvimento afetivo aumenta a auto-estima e proporciona uma liberação maior de substâncias e hormônios que causam a sensação de bem-estar e relaxamento. Não fosse o bastante, um cientista escocês andou descobrindo que o sexo com quem a gente ama pode nos fazer aparentar dez anos mais jovens!


Depois de fazer uma pesquisa com cerca de 3.500 pessoas, o neuropsicólogo escocês David Weiss, do Hospital Real de Edimburgo, concluiu que fazer sexo pelo menos três vezes por semana rejuvenesce. E, pasmem: quem mantém essa média com um parceiro fixo e amado consegue aparentar até dez anos menos. O ginecologista e sexólogo Théo Lerner, diretor do Centro Brasileiro de Estudos e Pesquisas em Comportamento e Sexualidade, explica melhor a teoria: "Dentro de uma história de envolvimento afetivo e emocional, a liberação hormonal promove também um aumento da auto-estima. Quando o parceiro não é fixo, a ansiedade e a insegurança são maiores, já que existe uma preocupação com o desempenho, a opinião do outro e o desenrolar da relação", diz ele.

Além disso, em uma boa noite de amor - daquelas com direito a preliminares e grand finale - uma pessoa pode perder cerca de 400 calorias, o que equivale, mais ou menos, a uma hora de ginástica aeróbica, segundo a endocrinologista Lavínia Pereira. "São quase dois chocolates!", diz ela. Esse número pode chegar às mil calorias, dependendo da duração, da intensidade e também da posição sexual dos amantes. Mas a médica alerta: "O sexo é um exercício que também exige condicionamento físico. Abusar pode ser prejudicial, forçando musculaturas e causando esgotamento. Por isso, o amor e a compreensão são importantes também nesse aspecto".

O tônus muscular é outro favorecido nessa maravilhosa ginástica. "O diafragma, que fica entre a barriga e os pulmões, se contrai com a aceleração da respiração e mexe os músculos abdominais", explica o professor de Educação Física e personal trainner Flávio Vianna. "Dependendo da posição, os músculos dos braços, das pernas e até dos glúteos também são trabalhados", completa. Até a pele agradece: "O prazer sexual aumenta a produção de estrógeno, o hormônio sexual feminino. Ele faz a pele ficar mais bem irrigada, brilhante, lisa e macia", afirma a dermatologista e esteticista Cláudia Ribeiro. "E influencia também cabelos e unhas", acrescenta.

Para entender tantos benefícios, é preciso saber como se dá o funcionamento dos hormônios no nosso organismo. "Fabricados por glândulas e transportados no sangue, os hormônios fazem a comunicação entre os sistemas do nosso corpo. Na relação sexual, são produzidos, principalmente, a endorfina, a serotonina e a catecolamina, que provocam a sensação de bem-estar físico e emocional, e o GH, que é responsável pelo crescimento e pelo fortalecimento do sistema imunológico. A liberação desses hormônios, associada à descarga de adrenalina da fase inicial e do orgasmo, provoca uma sensação de prazer muito grande", explica o sexólogo Gilberto Hauer. Bem-estar que acaba se refletindo no corpo e na mente.

Enfim, sexo é muito melhor do que se imagina. "E quanto mais bem feito, mais as pessoas vão querer repetir", diz a psicoterapeuta de casais Glória Badejo. Para ela, amar e ser amado é um fator crucial para viver em plenitude. "E um sintoma disso é estar mais bonita e atraente para amar cada vez mais", finaliza.

Fernando Puga -http://www.bolsademulher.com/beleza/materia/dieta_do_sexo/2482/1

sábado, 6 de dezembro de 2008

Comer durante o trabalho é hábito dos piores

http://www1.folha.uol.com.br/folha/equilibrio/images/comida1.jpg
Falta de tempo, prazos a cumprir, correria, muita correria. Normalmente é assim a vida de quem se alimenta enquanto trabalha. Esse indivíduo que corre contra o tempo provavelmente não pensa nas consequências desse hábito à saúde.


Concentrar-se ao mesmo tempo nos afazeres profissionais e na comida gera estresse, e a adrenalina é liberada no sangue. Daí aquela tensão "básica" que acompanha quem come depressa. Essa pressa, aliás, vai contra o processo digestivo, já que o correto é alimentar-se com calma.

Até porque, a mastigação é uma das fases mais importantes. Para quem não sabe, os alimentos começam a ser digeridos na boca, com a ajuda das enzimas digestivas presentes na saliva. Quando não se mastiga direito, essa primeira etapa da digestão é prejudicada. Normalmente, quem se alimenta rápido engole pedaços de comida.

Quanto maior o alimento engolido, mais suco gástrico é necessário para digeri-lo. Isso causa o aumento do PH do sangue, que fica mais alcalino. A reação seguinte é a moleza e o sono.

Portanto, comer trabalhando, não. O ideal, em vez de "beliscar", é se alimentar durante uma pausa de 15 a 20 minutos, num lugar adequado, e não em frente ao computador, por exemplo. Além de sujar o seu local de trabalho e às vezes até incomodar um colega, você pode nem sentir o gosto da comida direito. E ainda corre o risco de comer mais do que o necessário, um problemão principalmente para quem sofre ou tem tendência à obesidade.

"Por que será que estou com fome, hein?"

As causas daquela fome repentina podem ser de fundo físico e/ou emocional. A ansiedade, a preocupação excessiva, a depressão e o estresse são os fatores emocionais que mais levam à alimentação durante o trabalho, mesmo que não haja fome. Duas soluções para esses problemas podem ser a prática de esportes e comer sempre nos mesmos horários.

Se ainda assim for difícil se livrar do impulso de se alimentar sem que o corpo peça, é aconselhável procurar um terapeuta. "A compulsão por comer entrega um fundo de insatisfação em algum setor da sua vida", afirma a psicóloga Maria Lúcia Contreras, 33.

Já quanto às causas de ordem orgânica, independentemente do tipo de trabalho, há o movimento corporal, o raciocínio, a fala e o metabolismo (não importa se a pessoa está praticando alguma atividade, os órgãos têm funções a realizar 24 horas por dia). Isso tudo consome muita energia que precisa ser reposta.

8 lições para acabar com o pensamento gordo

http://charges.uol.com.br/bobagens/lanchinho.jpg

Escape das vontades súbitas que surgem com o início da dieta

É só decidir encarar a dieta que você se transforma em um aficionado por qualquer tipo de prato, seja ele doce ou salgado? O comportamento é natural, segundo a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella. Quando não existe nenhuma restrição ou alteração alimentar, o ato de escolher os alimentos é espontâneo.
Já quando se está de dieta, é preciso analisar características como tamanho das porções, qualidade nutricional e calorias fornecidas , exemplifica a especialista.

O fato é que tanta preocupação pode acabar confundindo seus sentidos.

Roberta afirma que nem sempre a vontade de consumir tentações é maior, depois de dar o pontapé inicial à reeducação alimentar. É uma falsa sensação, criada pela atenção que a comida está recebendo , desaponta quem usa o desejo por certos alimentos como pretexto para não investir em um cardápio equilibrado.
Mas se você sofre com a irresistível vontade de se deliciar com um pratão de macarronada, seguido de uma sobremesa com muito chocolate, atente para as dicas da nutricionista, que ensina alguns truques para espantar o pensamento gordo.

1 -Mude seus conceitos: não encare verduras, legumes e frutas como um sacrifício para emagrecer. Eles são fundamentais em uma alimentação saudável e precisam fazer parte da sua rotina alimentar. Sem contar que, devido à variedade de nutrientes que contêm, trazem diversos benefícios ao seu corpo , ressalta a especialista do Minha Vida. Além disso, existem tantas opções, que é impossível odiar todas. Alguma, certamente, agrada o seu paladar.

2- Direcione seu foco: está claro que você precisa estar atento a tudo que leva à boca quando está de dieta, mas isso não significa que seu pensamento deve estar totalmente voltado para a comida. Quando não estiver na hora das refeições, faça alguma coisa que te distraia, como ler um livro, ouvir música, assistir a um filme , enumera Roberta. Isso evita que você pense excessivamente nos alimentos , completa.

3-Previna-se das tentações: caso você ainda se sinta vulnerável diante das suas delícias preferidas, evite dar de cara com elas. Não se exponha a situações de risco , brinca a nutricionista. A solução apontada por ela é, na hora das compras, fugir das gôndolas e corredores que abrigam os alimentos tentadores, como bolachas recheadas e chocolates, por exemplo.

4-Escape das armadilhas: você não precisa deixar de sair com seus amigos só porque eles sempre pedem sua sobremesa preferida. E também não precisa nem deve ficar chupando o dedo.
Não hesite na hora da sobremesa, peça uma fruta , dá a alternativa Roberta.
Se surgirem comentários descritivos das sobremesas saboreadas pela turma, mude de assunto.

5- Mire no alvo: se você está pensando em matar uma das refeições principais para se esbaldar com um doce, afaste esta idéia para bem longe.
Jamais pule uma refeição para compensar com um doce ou salgado muito calórico. O máximo que você consegue é, em vez de economizar calorias, se privar de diversos nutrientes , alerta a especialista.

6 - Na dúvida, fique com o trivial: diante da variedade dos cardápios de restaurantes, opte pelos pratos mais simples, que, certamente, serão os menos calóricos. Prefira um prato de arroz, feijão, carne grelhada, legumes e verduras a uma fatia de torta ou quiche com salada e molho. Não se esqueça de trocar a mousse por uma fruta, na sobremesa , aconselha a nutricionista .

7- Abandone o radicalismo: mude seus hábitos alimentares visando um cardápio balanceado, que favoreça sua saúde. Segundo Roberta, nenhuma restrição excessiva é saudável. Portanto, nada de pular o café-da-manhã para abusar no almoço. Planejando todas as refeições, você não chega afoito e faminto em nenhuma delas.

8- Pense positivo e aja da mesma forma: esqueça a idéia de que, para emagrecer, é preciso passar fome de barriga vazia, certamente você vai sentir mais vontade de devorar qualquer prato. A partir daí, mude também as suas atitudes, programando suas refeições, que devem somar cinco a seis por dia (café da manhã, almoço, jantar e pequenos lanches intermediários).
É comum as pessoas que seguem uma orientação nutricional questionarem a quantidade dos alimentos que vão ingerir, ao seguir o cardápio da dieta. Elas duvidam que irão emagrecer, comendo mais do que costumam comer , conta Roberta.
Ela explica que, optando por alimentos mais saudáveis e menos calóricos, dá sim para treinar mais a mastigação, quando se está de dieta.
Além disso, uma alimentação saudável permite que você consuma uma variedade maior de nutrientes .

Como o estresse pode afetar a sua saúde e como lidar com ele

Olá Meninas!!


Oi gente, não abandonei o nosso cantinho estive um pouco afastada por conta da minha saúde, estava internada com a pressão alta e uma crise de estresse..... mais graças a Deus agora está tudo bem; o nosso poster de hoje é justamente sobre isto "Estresse" esse mau que pode fazer uma reviravolta em nossas vidas.

Beijos e curtam o final de semana bem relax

ESTRESSE

O estresse é um componente da vida moderna e está cada dia mais presente, muitas vezes é um aliado na superação de desafios, mas cronicamente pode causar danos importantes para a saúde física e mental.


As facilidades e a agitação da vida moderna trouxeram consigo o estresse. O trânsito, a instabilidade no emprego, a violência, entre outras coisas, fazem com que recebamos doses diárias de estresse. Mas o estresse em si não é algo ruim, na verdade ele é uma importante resposta do organismo para a manutenção da vida. Temos que aprender, portanto, a lidar com ele, não permitindo que o estresse traga conseqüências danosas para a nossa saúde.

O que é o estresse?

O estresse é uma resposta do organismo frente a um perigo, que prepara o corpo para fugir ou lutar. Está presente nos animais com a finalidade de preservação da espécie, como por exemplo, para fugir de um predador. Hoje não precisamos nos defender de predadores, mas há muitas outras coisas que disparam o gatilho do estresse, que podem ser externas ou internas, agudas ou crônicas. A externas incluem condições físicas adversas (como dor, frio ou calor excessivos) e situações psicologicamente estressantes (más condições de trabalho, problemas de relacionamentos, insegurança, etc). Entre as internas estão também as condições físicas (doenças em geral) e psicológicas.

O estresse agudo é uma reação a uma ameaça imediata, que pode ser qualquer situação que é experimentada como um perigo. Algumas pessoas, por exemplo, tem verdadeiro pavor de viajar de avião, e quando o fazem, apresentam um estresse passageiro. Na maioria dessas circunstâncias de estresse agudo, uma vez eliminado o fator estressante, a resposta do organismo se inativa e os níveis dos hormônios voltam ao normal. Entretanto, a vida moderna freqüentemente nos expõe a situações cronicamente estressantes, e a resposta do organismo ao estresse não é suprimida. Dentre os fatores estressantes crônicos, estão a pressão no trabalho, problemas de relacionamento, solidão, problemas financeiros e a insegurança.

Quais os efeitos biológicos do estresse?

O estresse tem um importante papel no desempenho de atividades como competições esportivas, reuniões importantes, ou em situações de perigo, em que o estresse pode ser um importante aliado proporcionando um aumento da capacidade física, raciocínio, memória e concentração através de alterações em todo o organismo. Entretanto, se o estresse se torna persistente todo esse aparato biológico pode ser danificado.

Algumas condições podem favorecer o aparecimento dos efeitos negativos sobre o organismo:
  • Um acúmulo de situações persistentemente estressantes, particularmente aquelas de difícil controle, como a pressão no trabalho, um relacionamento infeliz.
  • Estresse persistente seguido de uma resposta aguda a um evento traumático, como um acidente automobilístico.
  • Um relaxamento ineficiente ou insuficiente.
  • Um estresse agudo em pessoas com doenças graves.

Os efeitos danosos do estresse persistente

Efeitos psicológicos.


Estudos sugerem que a incapacidade de se adaptar ao estresse, está associada ao início de depressão ou ansiedade. Parece que a liberação repetida do hormônio de estresse diminui a liberação de serotonina, uma substância importante para a sensação de sentimentos de bem estar. Certamente o estresse diminui a qualidade de vida reduzindo os sentimentos de prazer e realização, e os relacionamentos são freqüentemente prejudicados.

  • Aumento da pressão arterial;
  • Maior risco de derrame;
  • Maior susceptibilidade a infecções;
  • Distúrbios gastrointestinais, como diarréia e constipação;
  • Desordens alimentares, ganho ou perda excessivos de peso;
  • Resistência à insulina que está associada ao diabetes tipo 2, e exacerbação do diabetes;
  • Dor de cabeça do tipo tensional;
  • Insônia;
  • Diminuição do desejo sexual e impotência temporária nos homens;
  • Exacerbação da tensão pré-menstrual;
  • Diminuição da concentração, inibição do aprendizado e redução da memória;
  • Exacerbação de lesões de pele, como por exemplo, à acne.


Antes de tratarmos das estratégias de como diminuir o estresse, alguns considerações devem ser feitas:

Primeiro, nenhum método isolado é infalível, uma combinação de vários fatores é geralmente mais efetiva.

Segundo, o que funciona para uma pessoa, não necessariamente funcionará para todo mundo.

Terceiro, o estresse pode ser tanto negativo como positivo. O estresse apropriado e controlado melhora o interesse e motiva o indivíduo, e a falta de estresse pode levar ao tédio e depressão.

E finalmente, um médico ou psicólogo deve ser procurado quando forem identificadas condições físicas e psicológicas associadas ao estresse, como sintomas cardíacos, dor significativa, ansiedade, ou depressão.

Dieta saudável


Uma dieta saudável é essencial para qualquer programa de redução do estresse. A saúde em geral e a resistência ao estresse podem melhorar com uma dieta rica em cereais integrais, vegetais e frutas, e evitando o abuso álcool, cafeína e cigarro.

Exercícios


O exercício físico é uma ótima maneira de se distrair dos eventos estressantes. E o estresse lesa menos a saúde geral em pessoas fisicamente ativas. Procure uma atividade que proporcione prazer, algumas sugestões são: ginásticas aeróbicas, caminhadas, natação, yoga e tai chi. Mas comece devagar e vá aumentado a intensidade e a freqüência gradualmente.

Técnicas de relaxamento


Relaxe através de técnicas específicas, como exercícios de respiração profunda, prestando atenção na respiração e respirando profunda e lentamente; relaxamento muscular, em uma posição confortável concentre-se em cada parte do corpo e sinta os músculos se relaxando totalmente; meditação; e massagem.


Técnicas cognitivas e comportamentais


Os métodos cognitivos e comportamentais são as maneiras mais efetivas para a redução do estresse. Incluem a identificação das fontes do estresse, reestruturação de prioridades, mudança na resposta ao estresse, e identificar as experiências positivas que diminuem o estresse.

Considere todas as possíveis opções:

  • Escutar música;
  • Tirar férias;
  • Se a fonte do estresse for em casa, fique um tempo à toa, mesmo se for apenas uma ou duas horas por semana;
  • Substitua o tempo desnecessário com o trabalho por atividades interessantes e agradáveis;
  • Tenha tempo para o lazer;
  • Tenha um animal de estimação.
É importante encarar os eventos cotidianos de uma maneira diferente. Mantenha um senso de humor durante as situações difíceis, o riso não somente ajuda a aliviar a tensão e manter as perspectivas, mas também parece ter um efeito físico que reduz os níveis do hormônio do estresse.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Mais Uma !!

Olá meninas!!!

A cada dia nasce um tipo de dieta nova, a procura desesperada pelo emagrecimento instantâneo é frequente e leva muitas pessoas a fazerem de tudo para conseguir êxito ...... será que vale a pena se ariscar tanto em dietas malucas?

Dieta da Banana Matutina enlouquece japoneses

banana


Não, o nome Dieta da Banana Matutina (ou dieta da banana da manhã) não é nenhum eufemismo para sexo: é uma dieta real para seu corpo emagrecer sem estresse comendo carboidratos, que deixou os japoneses e os nova-yorquinos malucos.

Depois que descobrimos que farinha de banana verde é ótimo para os diabéticos a Dieta da Banana Matutina (Morning Bana Diet) é possivelmente a dieta para emagrecer mais fácil de seguir, exceto no Japão onde a sua grande popularidade levou ao maior déficit de banana do país.

Importadores já aumentaram as importações mas ainda não consegue dar conta da demanda. Em conseqüência os preços da banana estão disparados. Com o apoio de celebridades e mais de 600 mil cópias de livros de dieta que ensinam como emagrecer vendidos a demanda por banana não mostra sinais de redução.


DIETA PARA EMAGRECER

Pessoas que aderiram à dieta da banana matutina a adoram por causa de sua simplicidade e pelos relatos de sucesso ao emagrecer.

Essencialmente o regime especial pede para as pessoas começarem o dia comendo uma banana crua e bebendo um copo de água à temperatura ambiente. Depois disso as pessoas estão livres para comerem o que quiserem durante o dia, exceto doces. Sobremesas depois das refeições são proibidas e apenas um tira-gosto doce no meio da tarde é permitido. Consumo de álcool na dieta das frutas é desencorajado. Jantar antes das 20h e ir para a cama antes da meia noite são as únicas restrições da dieta.

Mas talvez um dos maiores apelos da dieta seja o fato da abordagem folgada com relação aos exercícios. Aconselha malhar apenas se as pessoas quiserem e se o fizerem devem cuidar que seha o menos estressante possível para o organismo.

Mas a loucura dos japoneses alcançou seu ápice quando uma rede de televisão do Japão exibiu um programa em que mostrou que o pesado cantor de ópera Kumiro Mori perdeu sete quilos alegadamente devido à dieta da banana. Desde então as bananas ficaram escassas nas prateleiras dos supermercados.

A Dieta da Banana Matutina foi desenvolvida por uma farmacêutica de Osaka que tem grande interesse pela medicina chinesa. Sumiko Watanabe desenvolveu o regime para emagrecer para seu marido que estava exasperado pela sua inabilidade de perder peso por métodos ortodoxos. O Sr. Watanabe está agora com saudáveis 59 kg, um peso que leva a um excelente IMC (Índice de Massa Corporal) para seus 1,75m de altura. Ele atribui o seu emagrecimento à dieta da banana e sua abordagem sem estresse.

Os nutricionistas estão divididos a respeito da eficácia da dieta, mas bananas são uma fonte rica de amido resistente, um tipo de fibra encontrada em comidas cheias de carboidrato como batatas, milho, cevada e bananas, especialmente em frutas verdes. O amido resistente não é digerido pelo intestino delgado e ajuda a dar sensação de saciedade e aumenta a capacidade do organismo de queimar gordura.

A dieta também está fazendo muito sucesso em Nova York também. Uma reportagem da rede de notícias NBC fez uma reportagem sobre esta nova dieta que está fazendo a cabeça dos estadunidenses.

Fonte: Parana online


terça-feira, 25 de novembro de 2008

Um Mês para o Natal!!!

Olá Meninas!!!


Estou um pouco triste com o desanimo de algumas..... e com o descaso com o desafio e o compromisso assumido por muitas; a um mês do natal, será que muitas resolveram chutar o pau da barraca e não mais investir em uma qualidade de vida melhor pra si; ou simplesmente já que as festividades de fim de ano estão chegando e isso não combina com R.A é melhor deixa-lá para retomar o ano que vem? será que vc está fazendo certo? será que é o melhor? melhor para quem? para quer?

Então lindinhas não desistam de vocês, não desistam de uma vida mais saudável..... afinal se pensarmos com a razão, festas, comemorações sempre vão existir........ estamos em um processo de reeducação alimentar ela não vai acabar com a chegada do natal ou do Carnaval, do verão ...... a R.A é para sempre .

Já atualizei a tabela e vejam, qual a razão da minha tristeza, e se eu não tenho razão para tal.


Tarefa da Semana

A Tarefa desta semana é em favor do nosso desafio.
Na lateral temos a lista das participantes, umas ativas outras nem tanto ou nada.

Photobucket
Vamos visitar nossas amigas e deixar uma mensagem de incentivo tanto para R.A como também para participar ativamente do nosso desafio.
Topão? então vamos lá.
Bjs.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Porque você não emagrece ?

O Ponteiro da balança só desce quando as birras ficam de lado.........

Você vive de dieta, mas o ponteiro da balança parece conspirar contra você. Ele permanece estável, sem levar em consideração todo o esforço que você anda fazendo para manter a boca controlada. Antes de colocar toda a culpa em cima da balança e achar que tudo não passa de uma rixa pessoal, cheque a lista abaixo com 21 motivos que fazem você não emagrecer.

1-Esquecer de pôr fibras no cardápio.
As fibras estão relacionadas à maior saciedade. Ou seja, menos fibras é

igual a mais comida e, portanto, mais calorias. Cereais integrais, frutas, legumes e verduras respondem como boas fontes do nutriente. Provavelmente, uma alimentação carente nestes alimentos é composta por ingredientes mais calóricos, o que leva ao ganho de peso.

2- Repetir sempre o mesmo menu.
Pessoas que desejam emagrecer seguindo uma alimentação monótona
desistem mais fácil do projeto de emagrecimento , constata Roberta. Variar os tipos de alimentos, texturas e sabores é um dos segredos para perder peso com saúde.

3- Pular refeições.
Ao pular refeições, você só faz com que a fome se acumule. Fome acumulada pode significar descontrole e excesso alimentar em algum período do dia ,
Além disso, não realizar, pelo menos, cinco refeições por dia, faz com que a quantidade de nutrientes importantes para o corpo não seja fornecida adequadamente.


4- Estipular metas difíceis de serem atingidas.

Segundo a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida , Roberta Stella, estabelecer metas de grande perda de peso, em pouco tempo, pode surtir efeito contrário e levar à desistência do projeto. Estabeleça pequenas metas durante o processo de emagrecimento. As vitórias ao longo do caminho servem como estímulo e mostram que é possível chegar ao peso desejado.


5- Beber pouca água Zero calorias e muitos
benefícios.
Mesmo assim, muita gente faz cara feia na hora de beber água (2 litros é a dose mínima por dia). Além de fundamental para se manter bem hidratado, o consumo de água durante o dia retarda a sinalização de fome. Portanto, ela está envolvida com a menor ingestão de alimentos, diminuindo as calorias diárias.


6- Comer depressa demais.

Quando você faz refeições rápidas demais não dá o tempo necessário para o cérebro entender que o estoque de alimentos foi reposto e que, portanto, você pode parar de comer. De acordo com Roberta Stella, é preciso reservar, pelo menos, 30 minutos para fazer as refeições. Ingira os alimentos calmamente, em um ambiente tranquilo, evitando comer na frente do computador ou da televisão .

7- Extrapolar na quantidade dos alimentos.
A moderação é mais um segredo para ver o ponteiro da balança descer. Ingerir uma quantidade de alimentos além da necessária leva ao excesso calórico que, por sua vez, resulta no ganho de peso.

8- Dar importância desmedida ao regime.

Focar toda a sua atenção à dieta, não é nada estimulante. Pensar no cardápio equilibrado a todo momento leva a uma sensação de privação e punição por ter adquirido os quilinhos extras. Veja positivamente sua mudança de hábitos alimentares. Quando menos esperar, o emagrecimento vai aparecer , incentiva a nutricionista.

9- Beliscar o tempo todo.
Beliscar o dia todo faz com que você perca a noção da quantidade de alimentos ingeridos , afirma Roberta. O melhor a fazer é estipular horários para pequenos lanches entre as refeições principais. Isso ajuda muito a evitar qualquer tipo de excesso , garante a especialista.

10- Dispensar legumes e verduras.

Fazer dieta, para você, é sinônimo de cortar calorias (a inclusão de alimentos saudáveis é só um adicional). Grande engano, já que legumes e verduras são indispensáveis na mesa. Além dos inúmeros nutrientes que oferecem, os vegetais são ricos em fibras e saciam sua fome mais rapidamente. Deixar de ingeri-los leva a um maior consumo de alimentos e calorias, prejudicando assim, o emagrecimento , conta a nutricionista.

11- Ignorar as informações dos rótulos.
As informações contidas nos rótulos dos alimentos são as melhores armas para os consumidores encherem o carrinho de compras saudáveis. Analisando as tabelas, dá para saber se a porção do alimento tem calorias excessivas, nutrientes importantes, ou ainda, se é rica em gorduras e açúcares.

12- Sofrer com a ansiedade pelos resultados.
Evite se pesar em diversos momentos do dia. A variação apontada pela balança é normal em diferentes horários e até em dias consecutivos. Essas mudanças, principalmente quando o ponteiro sobe, podem desanimar quem está de dieta , conta Roberta Stella, nutricionista . Por isso, pese-se somente a cada sete dias, com menos roupas possíveis, no mesmo horário e na mesma balança.

13- Cometer deslizes nos finais de semana.
Muitas pessoas fazem um pequeno deslize se transformar em início da desistência do projeto de emagrecimento. Para se prevenir, fuja de situações que incentivam o excesso. Caso já tenha extrapolado, volte à dieta logo em seguida, sem restrições exageradas para compensar as calorias a mais , ensina a especialista.

14- Não praticar exercícios.

Por aumentar o gasto calórico, as atividades físicas são excelentes meios para acelerar o emagrecimento. Outros pontos positivos dos exercícios é que eles diminuem a porcentagem de gordura corporal e aumentam a massa magra. Como os músculos queimam mais calorias, as atividades físicas ainda ajudam na manutenção do peso.


15- Ser fã dos chopinhos nas happy hours.

O típico encontro com os amigos após o expediente pode ser uma armadilha para quem quer emagrecer. Chope, batata frita, amendoim e salgadinhos esbanjam calorias e nunca faltam nas happy hours. Você não precisa deixar de sair com os amigos, mas proponha bares e restaurantes que oferecem opções de petiscos mais saudáveis.
16- Não substituir as frituras pelos grelhados.
Se você ainda não se convenceu de que precisa substituir os alimentos fritos pelos grelhados, aí vai uma boa causa: eles têm o dobro ou mais calorias que suas versões assadas ou feitas na chapa. Prefira sempre o grelhado , enfatiza a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida.

17- Ceder aos doces.

Na lista de campeões em gorduras e açúcares, os doces certamente levam a um excesso calórico. O conselho da nutricionista Roberta Stella é resistir ao máximo. Se a vontade for muita, opte pelas menores porções.

18- Acreditar em dietas milagrosas.
Segundo Roberta, as dietas altamente restritivas são caminho certo para o abandono do plano de emagrecimento. Opte por uma dieta equilibrada que faça com que a redução de peso seja gradual, mas efetiva , aconselha.

19- Deixar de incluir lanches entre as refeições principais.
Deixar intervalos grandes entre um prato principal e outro faz você chegar faminto às refeições. Não fique mais que quatro horas sem se alimentar. Garanta isso fazendo pequenos lanches , diz a nutricionista.

20- Exagerar na determinação

Quando a vontade por alguma tentação aperta, você resiste bravamente. A atitude exemplar nem sempre é a mais ideal. Acumular vontade pode levar a um descontrole mais adiante , alerta Roberta Stella. Se a vontade de comer um doce for muito grande, por exemplo, coma um bombom ou uma barrinha pequena de chocolate. Assim, você evita comer a caixa de bombons inteira em algum outro momento.

21- Tomar refrigerantes

Roberta explica que as bebidas gaseificadas dão uma falsa sensação de saciedade. O que acontece é que, logo após uma refeição, você volta a sentir fome mais cedo e passa a beliscar. Para acompanhar as refeições, opte por um copo de água ou de suco natural.

http://minhavida.uol.com.br


sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Anorexia, Bulimia, Obesidade e...

O que leva um jovem a ser obeso? Ou então, entrar na paranóia de se olhar no espelho e, mesmo magro, achar-se a pessoa mais gorda do mundo? Ou então, a comer guloseimas com alto teor calórico e, arrependido, vomitar tudo para não ficar acima do peso?
Muitas meninas e meninos, sim porque não é apenas um problema feminino, estão a sofrer sérias pressões da moda, dos pais, da mídia, etc, de que ser magro é um padrão para o sucesso...
Contudo, ao levarem tão ao extremo o desejo de seguir a moda, acabam por entrar num gravíssimo problema, doenças que os podem levar à morte...o pior é que eles não se apercebem... Entendamos então o que é:



ANOREXIA
É um distúrbio resultado de uma preocupação exagerada com o peso corporal, que pode levar a problemas psiquiátricos graves, e a sua incidência é mais proeminente no sexo feminino. Nestes casos, mais uma vez, a mente a pregar-nos partidas.
Ao olhar-se ao espelho, a pessoa vê-se de uma forma distorcida (vê gordura onde não existe), o que a leva a deixar praticamente de comer, isto é, apesar destas pessoas estarem extremamente magras, vêem-se obesas e usam roupas largas, e com medo de engordar ainda mais, jejuam e vomitam, usam laxantes e diuréticos.
As principais características deste distúrbio alimentar são a perda de peso sem causa médica aparente, redução da quantidade de alimentos ingeridos, têm comportamentos ritualizados à refeição (separam toda a comida no prato), não assumem a fome, tornam-se mais críticos e menos tolerantes, praticam exercício físico exageradamente, só comem produtos magros ou de baixo valor calórico, acham-se sempre gordos e possuem um extremo autocontrolo.
No entanto, este distúrbio tem graves consequências ao nível de saúde: problema cardíacos, hipotensão arterial, problemas renais, deterioração do tecido muscular, perda de massa óssea, falta de menstruação (nas mulheres), desnutrição, desidratação, fadiga, fraqueza e tonturas.

BULIMIA
A Bulimia é também um distúrbio alimentar muito grave, que normalmente aparece depois da anorexia, ou seja, a bulimia é resultante muitas vezes da anorexia. Esta consiste em não conseguir deixar de comer determinadas coisas, principalmente alimentos bastante calóricos, mas terem medo de engordar. Estas pessoas ingerem estes alimentos e vomitando-os logo a seguir, ficando com o desejo realizado. Outro caso, consiste em mulheres com têm um corpo escultural cuidando dele de forma obsessiva, que vivem em dieta constante e que, de repente, ingerem uma quantidade absurda de alimentos e depois vomitam tudo para evitar o aumento de peso, tomando também laxantes e diuréticos e praticando exercícios até ficarem extenuadas.
Assim, comem descontroladamente e punem-se a si mesmas obrigando-se a vomitar, usando laxantes, diuréticos e praticando exercício físico desenfreadamente.
As principais características deste distúrbio são apresentar desculpas para ir a casa de banho depois das refeições, grande variação de humor, inchaço anormal à volta dos maxilares, comem frequentemente de forma exagerada e compulsiva.
As consequências que existem em decorrência deste distúrbio são o desequilíbrio de fluidos corporais, dentes apodrecidos (consequência da provocação de vómitos), feridas na garganta e no estômago, dependência de laxantes, inchaço e infecção das glândulas salivares

OBESIDADE
Denomina-se obesidade o acúmulo excessivo de gordura corporal, associada a problemas de saúde, ou seja, que traz prejuízos à saúde do indivíduo. Como se desenvolve ou se adquire? Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o organismo humano é o resultado de diferentes interações entre o seu património genético (herdado pelos pais e familiares), o ambiente sócio-económico, cultural e educativo, e o seu ambiente individual e familiar. Assim, uma determinada pessoa apresenta diversas características peculiares que a distinguem, especialmente na sua saúde e nutrição.



VIGOREXIA
Provavelmente, nunca ouviu falar de Vigorexia, pois não é um assunto muito falado. Acontece mais aos homens, pois eles preocupam-se em ficar fortes a todo o custo. Mesmo quando passam horas e dias inteiros no ginásio e são bastante musculados, eles vêem-se magros e fracos. As pessoas que sofrem deste problema tÊm pensamentos obsessivos, e todos eles executam alguns rituais repetitivos diante do espelho, onde a sua mente lhes mostra uma imagem distorcida da realidade.
As principais características deste distúrbio são a vergonha do seu próprio corpo e a utilização de fórmulas “mágicas” para ficarem mais fortes (anabolizantes, esteroides, etc.). Estas pessoas são obcecadas com algumas partes dos seus corpos e passam imenso tempo à frente do espelho.
A Vigorexia tem consequências muito graves, como, a insónia, falta de apetite, problemas circulatórios, irritabilidade, redução dos níveis de testosterona, desinteresse sexual, fraqueza e cansaço constantes, dificuldade de concentração, problemas de fígado, problemas nos ossos e nas articulações devido ao peso excessivo no treino.

Publicada por Destino-Emagrecer - http://destino-emagrecer.blogspot.com/

Beijos!!



segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Mude JÁ!

VOCÊ DESEJA MUDAR, entretanto sente-se acorrentada à sua rotina? Talvez você esteja interessada em voltar a estudar, namorar novamente ou mesmo trabalhar por uma causa na qual acredita; seu interesse pode ser em se aprofundar numa vida espiritual ou em expandir seu círculo de amizades. Num momento de frustração, você pode se perguntar: “Qual o problema comigo? Por que não consigo dar o primeiro passo?”

Bem, não seja tão dura consigo mesma. Uma hora ou outra todos nós somos pegos pela teia da acomodação (tendemos a deixar as coisas no seu estado atual)... ficamos acomodados num ponto em que as coisas não estão ruins – apenas não estão muito boas, no qual nos sentimos seguros – apenas não muito motivados. Pode ser que uma vez você tenha se sentido bem ao optar pelo caminho aparentemente mais cômodo, mas agora é como se estivesse assistindo a vida passar. Isso acontece! Quando uma voz interior sussurra: “A vida pode ser mais do que isso,” seu instinto pioneiro fica tentado a seguir em frente. Aproveite isso e mergulhe de cabeça.

Descubra o poder de um
“empurrãozinho do bem”
quando chega a hora
de uma mudança

Um estímulo pessoal. Sabe aquele tipo de “empurrãozinho” que você precisou para saltar do trampolim mais alto quando tinha 10 anos, para disputar uma partida com um grupo novo de conhecidos ou para se decidir por um emprego melhor em outro estado? Bem, esse estímulo pode vir na forma de uma chamada alerta (um divórcio, uma perda) ou vir de uma oportunidade inesperada (uma herança, uma oferta de trabalho), que reduzem seus medos e facilitam sua mudança. Contudo, você não precisa ficar esperando pelo destino.

Crie seu próprio “empurrãozinho”

Aqui estão algumas dicas para você movimentar sua vida – na direção do que é melhor para você.

Aproxime-se da calma: sente-se em silêncio, respire fundo algumas vezes e pergunte-se: “O que eu realmente quero?” Depois de 10 minutos ou mais, encare seu trabalho. Suas idéias estarão mais claras e você conseguirá ver as coisas sob uma perspectiva diferente.

Sonhe em detalhes: descreva claramente uma mudança que você gostaria de ver concretizada. Visualize a mudança, coloque no papel, converse sobre ela e, o mais importante, imagine como se sentirá quando “chegar lá.”

Crie uma lista de ônus/bônus: identifique possíveis “sacrifícios” e recompensas potenciais para realizar suas mudanças; além disso, inclua como você se sentirá caso obtenha sucesso e se nem ao menos tentar.

Faça uma avaliação realista: como seria se seus maiores receios realmente acontecessem? Como você classificaria cada “barreira” comparada a outros desafios que já superou? Menores, iguais ou maiores?

Detone seus bloqueios: escolha dois dos seus maiores sacrifícios e ache o que pode ser feito para eliminar ou reduzir seus impactos.

Encha o tanque: considere o que você precisará para manter-se em movimento. Apoio de um amigo, informação, treinamento, rede de segurança, fortalecimento da fé?

Fale consigo mesma... amigavelmente: diga apenas coisas que você diria para um bom amigo. “Você ficará bem.” Você é capaz.” “Vai valer a pena o esforço.” “Vá em frente.”

Uma vida gratificante não se constrói desejando, olhando ou pretendendo. Ela salta, fruto de esforço contínuo – daqueles que vão até o fim! Quando seu coração diz que é hora de mudanças, mas você ainda não se sente pronta para pular... dê a si mesma um “empurrãozinho” positivo. Mergulhe!

Psicóloga, PHD, Suzanne Zoglio é
palestrante nacional (EUA) e autora
dos livros Recharge in Minutes e
Create a Life That Tickles Your Soul.
(Fonte: Diane – The Curves Magazine)




sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Seja Feliz! Acredite........ você pode!

Olá meninas!!

Lindas deixei uma enquete para ser votada, e o resultado foi que: eu desse mais uma chance as que não estavam colaborando com o desafio de ficar; mais só concordei por que já estamos no fim do ano e não quero mais me contrariar e também para dá aquela ajuda para quem deixou tudo para ultima hora. Fica entendido assim no próximo não tem colher de chá;

Estava eu a pensar como as coisas tendem a mudar com o nosso processo de emagrecimento; começamos a enxergar o mundo que sempre esteve em nossa volta, mais que não queríamos ver, ou porque mesmo "Não Podíamos" mais agora meninas " Nós Podemos".

São coisas simples como tirar aquela foto em família, aquela que fazíamos questão de ficar bem lá no fundo para não aparecer, se dá o luxo de comprar uma lingeri mais sex......... e outras coisa que agora estão ao nosso alcance; acredite nós somos capazes de muito mais, só basta acreditar,

~ Ser Decidido ~

A atitude decidida nos convida a abandonar a condição passiva de ficar apenas "desejando", dando-nos um impulso para a ação.
O desejo pode ser passivo e nos separa do que queremos criar.
A vontade é o que nos impulsiona a agir e a escolher uma única alternativa, deixando momentaneamente de lado todas as outras.
Desse modo, possibilitamos que a energia volte a fluir.
Experimentar conscientemente um ato de vontade é dar expressão à capacidade de autodeterminação que carregamos na Alma.
Este talvez seja um momento de deixar de ser passivo e tomar uma decisão importante.

Pratique hoje uma atitude decidida:
"Querer é poder" - Quem sabe você está querendo parar um hábito que já não lhe faz bem.
Use a sua força de vontade para fazer afirmações positivas e construtivas para a sua vida.
Seja pró-ativo; reações negativas e automáticas drenam a sua vitalidade.
Presenteie a sua "criança interior" com algo de que ela gosta muito.
Seja Feliz.

Bem, o final de semana está na porta, vamos dá continuidade a nossa R.A;
Bjs.


Dicas e cuidados com lingeries



Elas são peças delicadas, que precisam ser guardadas e lavadas da maneira correta para terem boa durabilidade

Por Rebeca de Moraes | Fotos divulgação e Victor Almeida (Higi Calcinha)

Na hora de lavar

As calcinhas e sutiãs com bojo devem ser lavados à mão, com sabão neutro, de coco ou algum que seja específico para roupas delicadas. Faça isso com água fria ou, no máximo, morna. Mas fique atenta: peças com renda e com bojo precisam de cuidados especiais. "Elas não devem ser lavadas à máquina nem atritadas com outras peças para que não corram o risco de se desfazer", explica a sócio-proprietária e coordenadora de estilo da Jogê, Ângela Coelho da Fonseca. Depois de secadas à sombra, ela recomenda passar com ferro as calcinhas de algodão para que fiquem com melhor aparência.



Lavadora Eggo Brastemp
Desenvolvida especialmente para lavar lingerie, roupa de praia e de bebê.






Lave calcinha DeMillus
Detergente neutro para
roupas delicadas.

Higi calcinha Blowjet
Sabão cremoso para lavar roupas íntimas.


Porta-lingerie Utilplast
Cápsulas que protegem os sutiãs na hora de lavar à máquina.

Para guardar

As calcinhas devem ser dobradas e empilhadas, para que ocupem pouco espaço no seu guarda-roupa. Os sutiãs sem bojo podem ser armazenados da mesma maneira, porém, aqueles com enchimento precisam de maiores cuidados. "Recomendo que sejam guardados abertos dentro da gaveta, encaixados um após o outro. Assim a visualização fica fácil e não há perigo de que os bojos fiquem com estrias. Nas malas de viagem, o ideal é que fiquem em porta-sutiãs", explica Patrícia Castellões, consultora da área de lingerie do Senac Moda Informação, de São Paulo.

Porta-sutiã Elegance
Protege as peças dentro de malas ou no armário. Pode armazenar
até cinco peças.


Porta-calcinha Elegance
Para transportar as calcinhas
em bolsas de viagem. Guarda
até seis peças.

Organizador TokStok
Para ser colocado dentro da gaveta, separando roupas íntimas e pequenos objetos.

Lingeries para todos os gostos

Das básicas e esportivas, feitas de algodão e ideais para o dia-a-dia, até as mais sofisticadas, com detalhes de rendas e bordados delicados, existem opções de modelos para todas as ocasiões

Fotos Carlos Bessa | Consultoria Patrícia Castellões e Paula Acioli

Nadador
O decote esportivo nas costas é o queridinho da temporada. Lisos, estampados ou com detalhes aplicados, podem ser usados com vestidos e blusas que tenham abertura nas costas e em ocasiões de descontração.
Listras
É uma tendência vinda da moda que chega às lingeries de algodão, em especial sutiãs e calcinhas de modelagens largas e confortáveis para o dia. Se não quiser exagerar, escolha linhas de cores claras e alças de um só tom.
Bichos
Zebra e onça são as principais atrações nesse estilo. Ousadas e sensuais, elas surgem em caleçons e sutiãs grandes. Caso prefira modelos menores, aposte na mistura com estampas delicadas para dar um toque elegante.
Florais
A mais feminina das estampas predomina em modelos sem costura, com flores grandes e espalhadas por toda a peça. Para combinações mais atuais, use o desenho só na parte de cima e com uma calcinha lisa combinando.
Rendas
Elas aparecem recortadas e aplicadas no bojo e em alças, como detalhes localizados ou em toda a lingerie. Românticas, essas peças podem ter acabamento de fitas e bordados. Destaque para os tons de vinho e coral.
Básicas
Feitas de algodão ou microfibra, elas têm as cores da estação: lilás, verde, amarela e rosa. Os diferenciais são as aplicações pequenas e localizadas e as diversas modelagens de sutiã, como o triângulo e o tomara-que-caia.
Estampas
Ao misturar cores fortes, elas ganham destaque e podem dar um charme a mais às suas produções informais. Deixe um pedacinho delas à mostra através de cavas larguinhas, decotes, regatas ou vestidos sem mangas.
http://www.dzai.com.br

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

A Importância do Exercicio Fisico

Olá Meninas!!

Nos posteres anteriores vimos dicas de emagrecimento, o certo e errado das dietas, hoje vamos ver a importância do exercício no emagrecimento.
Tarefa da Semana
http://mel-melica.blogspot.com/2007_08_01_archive.html
Escolha uma atividade física que se adequa melhor a sua rotina, e procure ou melhor se esforce para fazê-la pelo menos durante está semana, e veja como você vai se sentir melhor e quem sabe você continua;

Exercite-se e veja a sua
vida mudar... Para melhor!

"Ter um estilo de vida saudável implica fazer exercício físico regularmente, o que garante muitos benefícios para a saúde: reduz o risco de doenças e o stress, melhora a resistência e a flexibilidade e fomenta o seu bem-estar geral.

Além disso, a actividade física é o melhor aliado da alimentação equilibrada para o auxiliar a manter a forma, porque ajuda a controlar o peso e a queimar muitas das calorias que ingere em cada refeição.

O ideal é fazer exercício regularmente, no mínimo, 3 vezes por semana. Faça uma actividade mais moderada, se for apenas para manter a forma, ou mais intensa, se for para compensar algum excesso calórico que cometeu numa refeição.

Tudo isto você já sabe. O que provavelmente não sabe é que não tem obrigatoriamente de treinar horas a fio. Correr, ir ao ginásio, andar a pé ou nadar, seja qual for a actividade escolhida, o importante é que seja praticada de forma regular e que lhe proporcione prazer e bem-estar para que possa complementar e reforçar os resultados obtidos com o seu Plano."



Durante toda a nossa vivência, as vantagens físicas e psicológicas do exercício físico são demasiado importantes e não podem ser esquecidas, ou seja:

- A atividade física ajuda a controlar o peso e a composição corporal.

- De forma preventiva, atenua as dores nas costas, promove uma melhor postura e uma melhor adaptação às alterações da coluna vertebral.

- Contribui para melhorar a circulação sanguínea, especialmente ao nível do retorno venoso. Impedirá o aparecimento de varizes e derrames nos membros inferiores.

- Aumenta significativamente os níveis de resistência física.

- O fortalecimento do “soalho pélvico” (musculatura do períneo), em especial na gravidez, é de extrema importância na medida em que é um poderoso meio de protecção para o feto e de prevenção para a incontinência urinária. Além disso, a nível geral, contribui também para melhorar a função intestinal, vesicular e sexual.

- Do ponto de vista psicológico, os efeitos da actividade física são bastante importantes. Promove segurança, confiança e elevada auto-estima.

- O exercício físico regular tem um efeito anti-depressivo. Reduz o estado de ansiedade, diminui o stress e melhora a autoconfiança.

Mitos do exercício físico

O exercício físico só funciona quando sentimos dor no dia seguinte? FALSO

A dor durante e após o exercício nunca é sinal de eficiência, mas sim de que os limites estão a ser ultrapassados. Para sedentários, é natural que, após as primeiras sessões de exercícios, sintam dores decorrentes de da prática do exercício físico. Mas as dores diminuem à medida que a condição física melhora.

Fazer abdominais “queima” a gordura na barriga? FALSO

Não existe ‘‘queima’’ de gordura localizada. Para que a gordura seja metabolizada (expressão correcta) durante o exercício físico, é preciso praticar exercícios aeróbicos - de baixa intensidade e longa duração (como caminhar, andar de bicicleta, etc.). Com eles, a gordura é metabolizada de forma generalizada e não numa região específica. Os abdominais não tiram barriga, apenas a enrijecem.

Fazer exercícios com agasalhos e plásticos enrolados no corpo ajuda a emagrecer? FALSO

Essa mentira é bastante arriscada e pode trazer sérios danos para a saúde do praticante. Ela causa perda exagerada de água e pode desidratá-lo. É importante destacar que suor não indica emagrecimento, mas simplesmente perda de água no organismo.
Não se deve beber água durante os exercícios? FALSO

Quando praticamos exercícios, perdemos água e electrólitos (sais minerais, como sódio). Repor a água perdida é fundamental para a manutenção do organismo e qualidade do exercício. Portanto, beba água antes, durante e depois do exercício.

Praticar desporto é a melhor forma de emagrecer? FALSO

A prática de exercícios físicos é muito importante nos programas de emagrecimento. Mas a melhor forma de perder peso é associá-la a uma mudança de hábitos alimentares. Dessa forma, actua-se no balanço energético diminuindo a ingestão de calorias e aumentando o seu gasto

Praticar deporto em jejum emagrece? FALSO

O emagrecimento depende das reservas de hidratos de carbono do organismo, que diminuem quando estamos em jejum. Assim, exercício físico em jejum causa a diminuição da massa muscular e não da gordura.

A musculação engorda? FALSO

Ao contrário do que muita gente pensa, a musculação também pode ser utilizada para o emagrecimento. Ela promove gasto energético não só durante o exercício, mas também após, em função do aumento da taxa metabólica dos praticantes. Nos programas de hipertrofia (em que há grande ganho de massa muscular), o atleta aumenta de peso, mas tornam-se mais magros - por terem menos gordura no organismo.

A natação é o desporto mais completo que existe? FALSO

Não existe desporto 100% completo. A modalidade deve ser escolhida de acordo com os objectivos e necessidades de cada um. Para pessoas que sofrem de alguns desvios posturas, a natação pode ser prejudicial, quando existem descompensações musculares e uma incorrecta técnica de natação.

Quanto mais exercício físico, melhor? FALSO

A prática de exercício físico é importante, mas o organismo precisa de repouso adequado para obter benefícios desta prática. É importante que os limites sejam respeitados e que haja um período de recuperação.

Fazer o exercício durante pouco tempo e poucas vezes é o mesmo que não fazer nada? FALSO
Esta ideia errada é responsável pelo abandono da actividade física por muitas pessoas e por evitar que outras iniciem a sua prática. Hoje em dia sabe-se que o importante é aumentar a realização de actividade física para além daquilo que se faz habitualmente, até se conseguir atingir os objectivos pretendidos.
Qualquer acção que se tome para aumentar a actividade física vai ajudar e “conta”. O importante é começar...



Quanto maior for o exercício físico, mais calorias são gastas.
Veja alguns exemplos das Kcal gastas, em média, no exercício físico:


exercícios campeões para “torrar” calorias

Veja o ranking, escolha o seu favorito e “caminhe” rumo à boa forma:


Rankings Benefício

Corrida

Não há dúvidas: o pódio ainda é dela.
Com uma hora de corrida gasta-se 900 calorias.
melhoria cardiovascular.
Andar de bicicleta Sair a pedalar pelas ruas durante 1 hora gasta 840 calorias. melhoria cardiovascular.
Ténis Trata-se de um desporto completo: é necessário ter muita força e muito fôlego para jogar ténis. Mas tanto esforço é bem recompensado com o gasto de 800 calorias numa partida de uma hora. melhora a coordenação motora, fortalece os músculos (principalmente dos braços) e aumenta a agilidade
Futebol Temos um argumento imbatível para continuar jogar futebol: uma hora de um bom jogo consome 780 calorias! fortalece as pernas e melhora o condicionamento físico
Boxe Coloque as luvas e vamos ao ringue. A treinar boxe, queima até 660 calorias e ainda define os braços. Músculos dos braços muito bem torneados
Musculação Pode ser em casa ou no ginásio. Para cada hora de treino, perde, em média, 720 calorias. Melhora a resistência articular e muscular, fortalece os ossos e ainda acelera a queima de calorias.
Remar Uma hora de braços a remar para lá e para cá “queimam” 600 calorias. melhora o condicionamento cardíaco e muscular, define todo o peitoral e os braços.
Natação Uma hora “queima” 540 calorias. trabalha todos os músculos e melhora a condição física
Basquetebol Não precisa ser nenhum craque da NBA, mas dar uma corridinha para um e outro lado do campo e tentar colocar a bola no cesto pode fazer perder 480 calorias. trabalha braços e pernas, praticamente na mesma proporção, além de desenvolver a melhoria da condição física.
Voleibol Uma hora a praticar Voleibol elimina 420 calorias. braços e abdominais definidos.

Dicas para gastar energia sem ir ao ginásio


Se não tiver disponibilidade para ir ao ginásio, … Saiba que andar, subir as escadas, ir às compras, fazer a limpeza da casa, também fazem bem ao corpo.

Sabia que:

- Passar a ferro – 69 kcal durante 30 minutos
- Limpar o pó – 75 kcal durante 30 minutos
- Caminhar – 99 kcal durante 30 minutos
- Aspirar – 105 kcal durante 30 minutos
- Subir escadas – 100 Kcal durante 10 minutos

Aproveite para no dia a dia para ter uma vida mais activa.


Bons Conselhos

Depois do exercício


Exercícios de alongamentos
- O músculo deve ser mantido numa posição estática durante 20 a 30 segundos, realizando-se 1 a 3 repetições.
- É necessário conseguir um relaxamento completo e voluntário do músculo que está a ser alongado.
- O movimento deve ser realizado até a uma posição em que se sinta um mínimo de desconforto. Se por acaso sentir dor intensa, a posição deve ser relaxada para evitar micro-lesões na musculatura.
- A respiração deve ser lenta e natural.
- Deve alongar-se sempre os músculos que foram utilizados na actividade física.
- Devem ser escolhidas posições seguras de alongamento, que preservem um bom alinhamento postural.
Antes, durante e depois do exercício


hidratação

O que beber

Água - Apesar de a água fornecer fluidos essenciais para o funcionamento do corpo, estudos recentes demonstram que pessoas activas e atletas apenas repõem metade dos fluidos perdidos durante o exercício físico, quando optam por beber água.
Bebidas desportivas - Possuem electrólitos, incluindo sódio e potássio, que repõem o que se perdeu através do suor. Estudos demonstram que os atletas e desportistas bebem necessariamente mais, se se tratar de uma bebida aromática do que água. Consequentemente estarão melhor hidratadas. As bebidas desportivas contêm hidratos de carbono, que fortalecem os músculos (reposição do glicogénio muscular) e ajudam a resistir à fadiga. Procure uma bebida desportiva com 6% de hidratos de carbono (14g por 240ml), o nível óptimo para reabastecer o corpo em actividade.

Conselhos adicionais sobre hidratação
Quando estiver activo, não confie na sua sede.
- Com o corpo quente e suado, o seu mecanismo da sede pode “desligar-se” cedo demais, enganando-o e levando-o a acreditar que não necessita de mais líquidos.

http://www.vivabem.pt
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios